term_id ).'" title="' . esc_attr( sprintf( __( "View all posts in %s" ), $category->name ) ) . '">'.$category->cat_name.''.$separator; } $categs = trim($output, $separator); } $link = get_permalink(); $title = get_the_title(); $date = get_the_date(); $categoria = "geral, dicas"; ?>

Conta de água abusiva: como resolver

Categoria:
Publicado em por Caça Vazamento

A conta de água é geralmente a que menos preocupa os moradores de uma residência. Muitas vezes ela é a mais baixa e a mais fácil de controlar. Por isso, muita gente leva um grande susto quando recebe uma conta de água abusiva, com valores 100%, 200% ou mais maior do que o acostumado.

Isso pode acontecer com qualquer pessoa e a qualquer momento e infelizmente é uma situação difícil de resolver.

A complexidade em chegar a um resultado final nas contestações de conta de água abusiva vem pela dificuldade em encontrar o verdadeiro culpado.

Geralmente, a culpa é de algum vazamento que não foi detectado pelo morador. Em alguns casos o problema pode estar no cavalete/registro e também pode ser erro de leitura por parte da empresa.

É importante ressaltar que para resolver problemas com contas abusivas, o morador prejudicado é que precisará correr atrás de seus direitos. Não tem como a empresa desconfiar de sua própria leitura.

Confira com a Esgotecnica quais os passos para resolver problemas com conta de água abusiva.

Como é feita a cobrança de água

Segundo o Procon a cobrança pelos serviços de água obedecem o preço de acordo com faixas de consumo. Cada faixa tem um valor diferente baseado na quantidade de m³ gastos.

Cada faixa tem preços diferentes de acordo com cada órgão cobrador, geralmente uma empresa municipal ou estadual (como é o caso da SABESP).

Diferente das faixas na conta de luz, que são determinadas pela empresa geradora de energia, as faixas da conta de água são determinadas exclusivamente pelo gasto do morador. Quanto maior o gasto maior o preço cobrado.

Atualmente, as faixas são:

  • 03 a 10m³
  • 11 a 20m³
  • 21 a 50m³
  • Acima de 50m³

A faixa de até 10m³ é o que chamam de tarifa mínima, onde é cobrado um valor fixo todo mês. De acordo com alguns dados de nível mundial, uma pessoa gasta uma média de 5,4m³ por pessoa durante um mês.

A cobrança é feita através da leitura do hidrante no fechamento do mês e a conta é enviada para o imóvel.

Simples, não é mesmo? A complicação começa quando a conta vem com um valor abusivo.

Conta de água abusiva, primeiros passos para resolver

Ao receber uma cobrança que você considerar estar incondizente com o gasto real, a primeira coisa a fazer é refletir. Durante aquele mês houve algum aumento no consumo? Caso não tenha tido nenhum aumento no consumo, é hora de procurar outro culpado.

Geralmente o culpado é um vazamento. Ele pode estar em qualquer lugar, assim como pode não estar sozinho. Mesmo um vazamento pequeno, que cai de gota em gota, pode aumentar bastante a conta de água.

Contrate uma empresa de caça-vazamentos para procurar problemas no encanamento e por toda a casa. Além de encontrar o problema e resolvê-lo, uma empresa séria pode oferecer um laudo, caso não haja problema nenhum, que pode ser usado como prova de cobrança abusiva.

Os vazamentos podem estar no subterrâneo ou em caixas acopladas, válvula hydra, torneiras e caixas d’água.

São várias possibilidades que devem ser verificadas. Esse é o primeiro passo para poder resolver o problema com conta de água abusiva. Afinal, se houver um vazamento, ele é o grande causar do problema.

Se não houver um, o laudo técnico vai ajudar a contestar a conta de água.

Encontrei um vazamento – o que devo fazer com a conta?

Se você encontrar o vazamento causador de tanto problema, não há como contestar a conta.

Isso acontece porque as concessionárias são responsáveis por cuidar da integridade dos canos que vão até o cavalete apenas, além do cavalete e registro em si. Toda a tubulação para frente do cavalete ou “do quintal para dentro” é de responsabilidade do morador.

A concessionária de saneamento entende que se há mesmo um vazamento, o morador ainda deve pagar pela água cobrada, já que ele deveria ter identificado e resolvido o problema.

É possível tentar negociar o valor e as formas de pagamento, mas isso vai de empresa para empresa e de caso para caso.

E se eu não encontrei nenhum vazamento?

Se a empresa de caça-vazamentos contratada não encontrar nenhum vazamento, entre em contato com a empresa para verificar se o registro está funciona de forma correta.

Infelizmente muitas concessionárias demoram para realizar esta averiguação. Portanto é bom se preparar.

Junto do laudo da empresa de caça-vazamentos junte também a conta dos últimos 4 meses e vá até a empresa de água. Abra uma reclamação sobre a cobrança da conta de água abusiva e exija que até o problema seja resolvido que seja cobrado apenas o valor da média de consumo dos últimos meses.

Não existe nenhuma lei que obrigue a empresa a aceitar o seu pedido, mas muitas adotam essa prática para manter o bom relacionamento com o cliente.

Se o seu pedido for negado, é possível apelar para o judicial. Esses casos não podem ser resolvidos nas pequenas causas. O PROCON também pode ser usado como último recurso.

Para encontrar vazamentos de forma eficaz e eficiente em São Paulo capital e todo o estado, conte com a Caça-vazamento Esgotecnica!

Oferecemos um serviço completo e eficiente, sem quebra-quebra e com reparo rápido e na hora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *