Vazamento de gás em residência

23 maio. 19

Vazamento de gás em residência: como identificar e resolver

O gás é um combustível muito comum no dia a dia de muitas residências e na indústria, usado principalmente para alimentar chamas. Enquanto ele é bem comum em casas e apartamentos para o preparo de alimentos, em outros âmbitos ele pode ser usado em caldeiras ou para o preparo de alimentos em grande escala. De qualquer forma, esse é um combustível bem importante e, principalmente, que exige muito cuidado.

A principal maneira de uso do gás em residenciais e por restaurantes e cozinhas, é através dos botijões de gás que podem ser de diferentes capacidades. Porém, em algumas situações é bastante comum o uso do gás encanado.

O gás é um combustível bastante importante para o dia a dia de muitas pessoas. Mas é necessário bastante cuidado com a substancia, considerando que ela é altamente inflamável e em muitas ocasiões pode ser responsável por acidentes fatais e que causam muito prejuízo. Pensando na segurança de nossos clientes, a Esgotecnica está trazendo um importante artigo para mostrar maneiras de detectar vazamento de gás em residência.

Confira com a gente!

Riscos do vazamento de gás

Quando pensamos em vazamento de gás a primeira coisa que nos vem a cabeça são explosões. Sim, realmente esse é um dos principais pontos de preocupação quando estamos lidando com o gás de cozinha.

Uma pequena chama ou fonte de calor é capaz de inflamar o gás natural. Quando o gás vaza e acaba acumulando em um espaço fechado, o simples acender de uma lâmpada pode desencadear uma forte explosão.

Porém, a explosão não é o único risco que o gás apresenta. O gás utilizado em botijões e para uso doméstico, o gás liquefeito de petróleo (GLP) não é tóxico e nem poluente. Ou seja, diferente do CO, ele não pode intoxicar a pessoa. Porém, é possível que o vazamento de gás possa sim causar a morte, mesmo sem intoxicação.

Por ser muito mais denso que o oxigênio, o GLP acaba ocupando o lugar do O2 e consequentemente pode asfixiar as pessoas. Esse é um problema mais grave quando a pessoa está dormindo.

Como descobrir vazamento de gás

Para evitar problemas como o de asfixia e evitar também as explosões, é colocado na composição do GLP o mercaptano, substância não tóxica, mas que tem um forte cheiro parecido com ovo ou repolho podre. O cheiro é propositalmente ruim, para alertar as pessoas de que há um vazamento.

Portanto, o primeiro sinal de vazamento de gás sempre será o cheiro no ambiente. Vale lembrar que a primeira coisa a se fazer ao sentir o cheiro de gás é abrir todas as janelas e portas e fechar a válvula, no caso dos botijões e desligar o registro quando o gás é encanado.

O ar precisa circular para levar o gás para fora do ambiente e evitar riscos de explosões. Preferencialmente, não acenda nenhuma luz e nem acione nenhum equipamento eletrônico enquanto estiver notando o vazamento.

Assim que o ambiente estiver bem arejado, é possível procurar pelo vazamento. Nos botijões de gás, o primeiro lugar a se procurar é a válvula, mangueira e entrada do botijão. Lembre-se de NUNCA usar fósforos ou isqueiros para tentar descobrir o vazamento.

A primeira coisa a se fazer é religar o sistema de gás e usar um pouco de água e detergente para passar sabão nas peças por onde a o gás passa e observe se há a presença de bolha. Onde fizer bolha, há um vazamento.

O mesmo serve para os sistemas de gás encanado, basta usar o sabão pelos canos visíveis dentro da residência para saber por onde o gás escapa.

Vale lembrar que esse é um método rudimentar e bastante caseiro e que pode não ser totalmente eficiente na hora de descobrir um vazamento de gás.

Conte com uma empresa especializada

Devido a seriedade desses sistemas, é importante garantir a ajuda profissional para encontrar vazamentos de gás, principalmente onde há tubulação.

Nem sempre é possível ter acesso a essa tubulação para testar o vazamento de forma caseira, muitas vezes é necessário equipamento especializado, além de conhecimento sobre esse tipo de problema.

Como resolver vazamento de gás

Nos casos de sistemas com botijões de gás, para resolver o problema é necessário trocar a peça com defeito. Para evitar esses problemas, sempre verifique a válvula, a mangueira de borracha e todas as peças. Lembrando que tanto a válvula quanto a mangueira possuem data de validade e precisam ser trocadas dentro de período estipulado pelo fabricante.

No caso do gás encanado, o conserto consiste na vedação ou substituição do cano que deve ser feita através de solda profissional. Nada de passar fita isolante no buraco!

Nada melhor do que chamar uma empresa profissional para lidar com o problema. Por isso, entre em contato com a Esgotecnica, nossos profissionais estão prontos para te atender 24h por dia a qualquer momento e com frota própria!